Teste dos riscos paralelos



Como o candidato é avaliado neste teste de personalidade onde o candidato é avaliado fazendo riscos paralelos em uma folha em branco , teste este muito utilizado em exames admissionais.


|||||||||||||||||||-|||||||||||||||||-|||||||||||||||||||-|||||||||||||||||||-|||||||||||||||||


APRESENTAÇÃO

 O teste Palográfico é muito comum e bastante utilizado por psicólogos recrutadores em diversos concursos e empresas.
 Trata-se de um teste projetivo (subjetivo) de grafismo que visa à avaliação da personalidade.
 É baseado na realização de traços (palos) pelo sujeito. Apresenta dados de ritmo e qualidade de trabalho,
fatigabilidade, inibição, elação, depressão, temperamento, constituição tipológica, inteligência, etc.

2 METODOLOGIA E INSTRUÇÕES DE APLICAÇÃO

 O psicólogo nunca deve dizer que se trata de um teste de personalidade. Deve ser informado aos candidatos que este é apenas um “teste de resistência”. 
É fornecida uma folha sem divisão de linhas, com margens. Há 3 palos na primeira linha e 1 palo na segunda linha já impressos, com altura de 7 mm, que devem ser imitados no decorrer do teste. Nesta folha, o candidato deverá riscar com um lápis tantos traços verticais quanto puder e o mais perfeitos possível, no tempo de 5 (cinco) minutos. 
A cada minuto será dado o comando “sinal” pelo psicólogo, no qual o candidato deverá riscar um traço na horizontal, continuando a fazer traços na vertical.  Ex.:  |||||||||||||||||||-|||||||||||||||||-|||||||||||||||||||-|||||||||||||||||||-||||||||||||||||| 
 Há um treino inicial de 2 minutos e 30 segundos, dividido em 5 tempos de 30 segundos cada, e após um intervalo de 2 a 3 minutos é realizado o teste. 

3 CORREÇÃO

 A correção do Palográfico considera as análises quantitativa e qualitativa.

Análise Quantitativa



 Na análise quantitativa são considerados:
Produtividade - Ritmo - Gráfico do Rendimento

Produtividade

 É a quantidade total de riscos, somando-se os 5 tempos.
Candidatos (as) com escolaridade NÍVEL MÉDIO:
• Até 313: Inferior ou Lento - Indica uma produtividade muito abaixo da média.
De 314 a 423: Média Inferior ou Baixa - Este índice denota um rendimento no trabalho abaixo da média.
• De 424 a 693: Média - Indica possuir produtividade mediana no trabalho.
De 694 a 936: Média Superior ou Alta - Denota possuir produtividade acima da média.
A partir de 937: Superior ou Muito Alta - Este índice revela produtividade acentuada no trabalho, indicando rendimento bastante acima da média.

Candidatos (as) com escolaridade NÍVEL SUPERIOR:
Até 396: Inferior ou Lento - Indica uma produtividade muito abaixo da média.
De 397 a 546: Média Inferior ou Baixa - Este índice denota um rendimento no trabalho abaixo da média.
De 547 a 830: Média - Indica possuir produtividade mediana no trabalho.
• De 831 a 1059: Média Superior ou Alta - Denota possuir produtividade acima da média.
• A partir de 1060: Superior ou Muito Alta - Este índice revela produtividade acentuada no trabalho, indicando rendimento bastante acima da média.

Ritmo

 É a soma das diferenças na quantidade de palos entre cada um dos 5 tempos, proporcional à quantidade
total de palos na soma dos 5 tempos. Quanto mais baixo o nível de oscilação do ritmo, melhor. Também chamado de
NOR – Nível de Oscilação Rítmica. A fórmula é:
(diferença) x 100   =  NOR
 (total de palos)
Ex.: Palos 107 / 103 / 115 / 110 / 109 = 544 (total de palos)
Diferença: 4 / 12 / 5 / 1 = 22 (soma das diferenças)
22 x 100  = 4 (NOR)
    544 - 4 -
• NOR: 0,0 a 2,1: Muito Baixo - Indica rígida regularidade na execução das tarefas, capaz de manter uma produtividade constante.
• NOR: 2,2 a 4,0: Baixo - Revela produtividade estável no trabalho, capaz de manter rendimento constante.
• NOR: 4,1 a 8,7: Médio - Revela alguma instabilidade em sua produtividade, porém sendo capaz de executar satisfatoriamente tarefas repetitivas.
• NOR: 8,8 a 13,2: Alto - Indicativo de oscilações na produtividade e rendimento irregular no trabalho.
• NOR: a partir de 13,3: Muito Alto – “Revela preocupante oscilação na produtividade demonstrando rendimento bastante irregular.”

► Gráfico do Rendimento
 É a variação entre os 5 tempos, que poderia ser representada por um gráfico.
• Horizontal Rígido - muito pouca variação entre os tempos: Reflete rigidez na realização do trabalho caracterizando
também sua personalidade.
Ex.: Tempo 1: 105    Tempo 2: 110    Tempo 3: 107    Tempo 4: 103    Tempo 5: 108
• Horizontal Equilibrado - pouca variação entre os tempos, de modo alternado, progressivo ou regressivo: Indicativo
de regularidade e organização na realização das tarefas.
Ex.: Tempo 1: 103    Tempo 2: 110    Tempo 3: 104    Tempo 4: 111    Tempo 5: 102
Ex.: Tempo 1: 100    Tempo 2: 108    Tempo 3: 114    Tempo 4: 122    Tempo 5: 130
Ex.: Tempo 1: 120    Tempo 2: 112    Tempo 3: 105    Tempo 4: 99      Tempo 5: 93
• Irregular ou Oscilante - muita variação entre os tempos, de modo alternado ou crescente: Acentuada irregularidade
no ritmo de trabalho, pode significar, além de stress e desmotivação, a interferência de fatores emocionais durante a
realização da tarefa.
Ex.: Tempo 1: 100    Tempo 2: 110    Tempo 3: 101    Tempo 4: 114    Tempo 5: 100
Ex.: Tempo 1: 143    Tempo 2: 154    Tempo 3: 147    Tempo 4: 164    Tempo 5: 177
• Decrescente - começa rápido, mas não consegue manter o ritmo: Indica certa dificuldade em manter o rendimento
no trabalho, possivelmente causado por fadiga ou estresse.
Ex.: Tempo 1: 194    Tempo 2: 178    Tempo 3: 166    Tempo 4: 155    Tempo 5: 141





Análise Qualitativa


 Na análise qualitativa são considerados: 
Distância dos Palos - Agrupamento dos Palos - Inclinação dos Palos - Tamanho dos Palos - Direção dos Palos - Distância entre linhas - Margem Esquerda - Margem Direita - Margem Superior - Pressão e Qualidade do Traçado - Tipo de Traçado - Irregularidades do Traçado - Organização ou Ordem



► Distância dos Palos
Normal ou Média
Aumentada ou Ampla
Muito Aumentada ou Muito Ampla
Diminuída ou Estreita
Muito Diminuída ou Muito Estreita
Irregular ou Desigual
Diminuição Progressiva
Aumento Progressivo
Acentuada Irregularidade com Avanços Bruscos

Exemplos:






































Significados:

• Normal ou Média: Indicativo de bom equilíbrio emocional demonstrando boa capacidade na realização de seus objetivos.
• Aumentada ou Ampla: Pode indicar excitabilidade, resposta impulsiva aos estímulos como também extroversão e expansividade.
• Muito Aumentada ou Muito Ampla: Revela demasiada impulsividade com tendências exibicionistas. Egocêntrico, demonstra necessidades de chamar atenção.
• Diminuída ou Estreita: Significa introversão, inibição, prudência e desconfiança. Demonstra economia e minuciosidade
no cumprimento do dever assim como não apresenta necessidades de expansão.
• Muito Diminuída ou Muito Estreita: Pode representar avareza, desconfiança e detalhismo insignificante.
• Irregular ou Desigual: Indica insegurança, ambivalência e dificuldade em estabelecer critérios. Pode refletir uma emotividade desordenada, bem como dificuldades para resolver conflitos, problemas e necessidades. Pode também relacionar-se a conflitos internos e a falta de ritmo nas atividades.
• Diminuição Progressiva: Indica espontaneidade reprimida por fatores emocionais.
• Aumento Progressivo: Representa inibição inicial que se dilata a medida que se adquire maior segurança na realização das tarefas.
• Acentuada Irregularidade com Avanços Bruscos: Demonstra impulsividade e apresentando possível desequilíbrio emocional.

► Agrupamento dos Palos
Agrupamento com irregularidades nas distâncias
Agrupamento em blocos regulares
Agrupamento para contagem
Não se aplica ao caso

Exemplos:








































Significados:

• Agrupamento com irregularidades nas distâncias: Indica impulsividade, inconseqüência.
• Agrupamento em blocos regulares: Denota adaptação rígida às novas situações ou dificuldades, tendendo a sair do convencional.
• Agrupamento para contagem: Pode relacionar-se a planejamento de forma de facilitar a trabalho posterior.
• Não se aplica ao caso: Nada significa.


► Inclinação dos Palos
Vertical ou Reta
Inclinado para a direita
Muito inclinado para a direita
Inclinado para a esquerda

Muito inclinado para a esquerda
Oscilante ou Mista
Mudança de inclinação

Exemplos:









































Significados:

• Vertical ou Reta: Indica bom controle emocional e constância das atitudes.Pode indicar também boa capacidade de crítica e análise frente a novas situações.
• Inclinado para a direita: Revela extroversão e adaptação convencional às rotinas. Pode indicar necessidade de contato e apoio de terceiros que, desta forma, influenciam suas tomadas de decisões.
• Muito inclinado para a direita: Reflete egocentrismo, alto grau de emotividade e acentuada necessidade de aprovação dos outros.
Inclinado para a esquerda: Sugere introversão, desconfiança, falta de necessidade de relacionamentos grupais, sociais e afetivos com aparente procura pelo isolamento. Representa também repressão dos próprios afetos.
• Muito inclinado para a esquerda: Reflete acentuada intoversão, desconfiança com demasiada falta de vontade em relacionar-se social ou afetivamente, buscando isolamento. Representa também enorme repressão de seus próprios afetos.
Oscilante ou Mista: Indica facilidade em se adaptar a novos grupos. Reflete capacidade na compreensão do outro porém, no caso de acentuada inclinação, pode significar ambivalência afetiva, insegurança, indecisão e dúvidas.
• Mudança de inclinação: Sugere a interferência de fatores emocionais reprimindo na espontaneidade inicialmente revelada.

► Tamanho dos Palos
Normal ou Médio
Aumentado ou grande
Muito aumentado ou muito grande
Diminuído ou Pequeno
Muito diminuído ou muito pequeno
Irregular
Grandes e Pequenos alternados
Crescente
Decrescente

Exemplos:








































Significados:

Normal ou Médio: Indica equilíbrio afetivo e autocontrole adaptando-se com facilidade ao meio em que se encontra . Apresenta ainda constância nas tarefas que realiza.
Aumentado ou grande: Significa expansividade e segurança em si mesmo. Capaz de possuir atitudes inconvenientes eventuais em relação ao meio que o cerca além de revelar certo egocentrismo, vaidade e grande ambição com ausência de senso crítico.
• Muito aumentado ou muito grande: Revela estado de euforia e imensa satisfação consigo próprio, comum após quadros depressivos. Indica grande necessidade de chamar a atenção para si além de surpreender pela extravagância caso este traço não seja resultante de sinais de agressividade ou descarga motora incontrolada.
• Diminuído ou Pequeno: Revela introversão e personalidade tímida, detalhista. Quando não ligado a aspectos culturais, pode encobrir sentimentos de inferioridade além de também poder significar uma limitada capacidade de adaptação ao meio.
• Muito diminuído ou muito pequeno: Indica inibição, minuciosidade exacerbada encobridora de uma falta de confiança em si próprio e de sentimento de inferioridade. Isto se aplica nos casos em que o traço diminuto não é resultante de fatores físicos, como fadiga, frio, miopia, nem ligados a aspectos culturais. 
• Irregular: Revela influencia de fatores emocionais durante realização das tarefas. Denota impulsividade e inadequado controle.
Grandes e Pequenos alternados: Revela insegurança e desconhecimento de sua própria capacidade no enfrentamento de novos desafios.
Crescente: Indica falta de senso crítico e de lógica com tendências para exagerar os fatos, complicar, fantasiar e tomar atitudes desproporcionais.
Decrescente: Indica capacidade de ajustar seu trabalho ao tempo disponível quando esta diminuição não é resultante de cansaço prematuro ou fadiga. Pode revelar também comportamento dissimulado, crítico, angustiado.



► Direção das Linhas
Horizontal ou retilínea normal
Horizontal e rígida
Ascendente
Muito ascendente
Descendente
Irregular ou desigual
Côncava
Convexa
Serpentina ou Ondulante
Sinuosa
Em forma de leque

Exemplos:

















































































Significados:

• Horizontal ou retilínea normal: Indica estabilidade emocional e personalidade equilibrada. Demonstra maturidade nas atitudes e controle de seus impulsos, denotando também conduta convencional e disciplina na realização das tarefas, além de representar busca de seus objetivos.
• Horizontal e rígida: Reflete rigidez nas idéias e condutas, revelando falta de espontaneidade em determinados momentos. Apresenta-se sistemático se opondo a tudo que não esteja de acordo com suas opiniões ou princípios.
• Ascendente: Indica enorme confiança em si mesmo, ambição e entusiasmo demonstrando também combatividade e otimismo. Possui convicções no êxito do cumprimento do trabalho podendo assim demonstrar arrogância ou superioridade.
• Muito ascendente: Revela impulsividade agressiva, egocentrismo exacerbado e ambição desmedida. Indica também baixo controle emocional.
• Descendente: Indica, quando constante, redução na capacidade de trabalho e energia insuficiente para reagir diante de obstáculos ou situações difíceis. Revela falta de confiança em si mesmo além de tendência à fadiga e cansaço.
Se esporádica a direção descendente pode significar estado de nervosismo transitório e passageiro.
• Irregular ou desigual: Indica ambivalência afetiva que se revela na falta de confiança em si mesmo refletindo na produtividade do trabalho e em seu comportamento.
• Côncava: Indica motivação inicial que não se mantém ao longo da realização da tarefa, mas que é retomada ainda durante sua execução. Pode ser resultante de fadiga ou cansaço ou ser influência de fatores emocionais no decorrer do trabalho.
• Convexa: Indica motivação no início da realização das tarefas ou diante de novas situações que não se mantém ao
longo da execução dos trabalhos. Essa instabilidade pode ser resultado da dificuldade em superar obstáculos surgidos
no decorrer do trabalho. É característico de pessoas que não completam aquilo que começam a fazer.
• Serpentina ou Ondulante: Reflete insegurança, propensão à emotividade com flutuação de humor. Pode significar
também inconstância na produtividade e comportamento influenciável.
• Sinuosa: Indica insegurança e falta de firmeza de propósitos podendo modificar iniciativas ao ser defrontado com
opiniões contrárias sofrendo enorme influência dos outros. Representa também instabilidade na execução do trabalho,
sofrendo interferências de fatores emocionais.
• Em forma de leque: Indica influência do estresse e cansaço na execução das tarefas, de ordem situacional.

► Distância entre Linhas
Normal ou Média
Aumentada ou afastada
Muito Aumentada ou muito afastada
Diminuída, estreita ou próxima
Linhas que se tocam ou sobrepostas
Irregular
Crescente
Decrescente

Exemplos:












































































Significados:

• Normal ou Média: Reflete relações interpessoais equilibradas e respeitosas. Revela possuir boa percepção de limites e moderação ao lidar com os outros.
• Aumentada ou afastada: Indicativo de afastamento e cautela nas relações, revelando grande formalidade no lidar com os outros. Revela preferência por realizar atividades solitárias uma vez que esta distância relaciona-se à inibição e possível insegurança sendo bastante reflexivo em suas atitudes.
• Muito Aumentada ou muito afastada: Indica necessidade de acentuado afastamento em suas relações interpessoais possivelmente relacionado a grande inibição e insegurança em si mesmo. Revela preferência em realizar atividades que não necessitam de contatos com terceiros.
• Diminuída, estreita ou próxima: Expressa extroversão e facilidade no estabelecimento de contatos sociais. Porém também revela falta de percepção dos limites podendo transformar-se, eventualmente, em pessoa inconveniente. 
• Linhas que se tocam ou sobrepostas: Indica acentuada falta de percepção de limites em suas relações interpessoais podendo revelar agressividade ou intimidade excessiva com o outro. Pode também significar falta de escrúpulos nas relações por vezes invadindo privacidade alheia.
• Irregular: Expressa inconstância em seus relacionamentos, ora procurando aproximação, ora com necessidades de afastamento o que dificulta a manutenção das relações.
• Crescente: Revela a princípio facilidade no estabelecimento de relacionamento que, com o tempo, torna-se mais distante e impessoal.
• Decrescente: Revela a princípio um relacionamento social mais formal e cauteloso que, com o tempo, vai tornando se mais sociável.

► Margem Esquerda
Normal ou Média
Retilínea
Aumentada ou larga
Muito aumentada
Diminuída ou estreita
Muito diminuída ou muito estreita
Irregular
Crescente ou alargando
Decrescente ou estreitando
Ausência de Margem Esquerda

Exemplos:

























































































































































































Significados:

• Normal ou Média: Indica bom equilíbrio emocional e boa adaptação em lidar com novas situações.
• Retilínea: Indica obediência às normas vigentes, determinação para alcançar os objetivos e para o cumprimento dos deveres.
• Aumentada ou larga: Indica extroversão e facilidade de relacionar-se com os outros. Revela também certa despreocupação com obrigações ou responsabilidades.
• Muito aumentada: Expressa acentuada falta de percepção dos limites, despreocupação com responsabilidades e falta de senso de economia.
• Diminuída ou estreita: Revela introversão e timidez, além de cautela nas relações interpessoais. Significa também detalhismo, falta de espontaneidade e bastante reflexão na tomada de decisões.
• Muito diminuída ou muito estreita: Significa acentuada introversão, timidez e cautela nos relacionamentos interpessoais.
Revela grande minuciosismo, falta de espontaneidade e demora nas tomadas de decisões ocasionadas por intensa reflexão.
• Irregular: Indica ambivalência afetiva e dificuldade em adaptar-se a novas situações. Revela que fatores emocionais influenciam no cumprimento das tarefas devido principalmente a controle emocional deficiente.
• Crescente ou alargando: Expressa busca de independência e auto-afirmação no decorrer de suas atividades, porém o fazendo muitas vezes de forma precipitada.
• Decrescente ou estreitando: Indica introversão e insegurança, propensão a fadiga e desconfiança. Reflete sofrer influencia de fatores emocionais no decorrer do trabalho que o induzem a promover mudanças em suas características.
• Ausência de Margem Esquerda: Revela acentuada desconfiança nos relacionamentos pessoais, falta de confiança em si mesmo além de falta de espontaneidade e de senso estético.

► Margem Direita
Normal
Aumentada ou larga
Diminuída
Irregular
Crescente ou alargando
Decrescente ou estreitando
Precipitada ou interrompida

Exemplos:










































































































Significados:

• Normal: Expressa bom autocontrole e a boa capacidade de adaptação ao meio social.
• Aumentada ou larga: Revela receios frente a novas situações ou responsabilidades, insegurança nas relações pessoais e temor perante figuras de autoridade. Em conseqüência, indica falta de iniciativa e combatividade.
• Diminuída: Indica extroversão, segurança, dinamismo, sociabilidade e economicidade.
• Irregular: Expressa ambivalência, insegurança e dificuldades de adaptação em novos meios sociais. Revela a influencia de fatores emocionais durante a execução das tarefas.
• Crescente ou alargando: Significa, a princípio, uma necessidade de contato social que no decorrer da execução das  tarefas ao adquirir maior segurança, vai se modificando por influência de fatores emocionais até preferir distanciamento nas relações fugindo de responsabilidades.
• Decrescente ou estreitando: Demonstra inibição inicial ao enfrentar novos desafios ou contatos sociais que vai se dissipando à medida que adquire segurança nas relações ou execução de tarefas. Indica lenta adaptação ao ambiente e aceitação de riscos ou responsabilidades.
• Precipitada ou interrompida: Revela adaptação brusca e inconseqüente ao meio ambiente muitas vezes de forma agressiva ou ríspida.

► Margem Superior
Normal
Aumentada
Diminuída
Exemplos:






























































Significados:

• Normal: É indicativo de bom equilíbrio e autocontrole, percepção dos limites e boa adaptação ao meio ambiente. Revela ainda possuir senso estético.
• Aumentada: Revela insegurança diante de autoridades e ainda precaução e desconfiança nas relações pessoais.
• Diminuída: Revela falta de percepção de limites nos relacionamentos pessoais ou com autoridades apresentando muitas vezes relações inadequadas. Indica ainda dificuldade em adaptar-se a novas situações e também vulgaridade.

► Pressão e Qualidade do Traçado
Forte
Média ou Normal
Fraca, leve ou delicada
Irregular
Forte no início e enfraquecendo
Fraco no início e ficando mais forte
Interrompida ou descontínua

Exemplos:





Significados:

• Forte: Comum em trabalhadores que executam tarefas em que a força bruta é necessária, o traço forte está relacionado a um pensamento mais concreto e primitivo, bem como presente em pessoas com energia, decisão e confiança em si mesmo.
• Média ou Normal: Indica equilíbrio, praticidade, decisão e capacidade de planejamento e realização.
• Fraca, leve ou delicada: Indica pouca disposição para a realização de tarefas em que o vigor físico seja necessário, dando preferência às atividades que precisam do intelecto. É comum em pessoas sensíveis e finas, indicando insegurança, timidez e severa autocrítica.
• Irregular: Reflete instabilidade emocional com flutuações de humor e incapacidade de realizar tarefas sem ser influenciado por fatores externos. Revela ainda impulsividade.
• Forte no início e enfraquecendo: Indica perda de vitalidade no decorrer do trabalho ocasionada por cansaço ou diante de dificuldades surgidas.
• Fraco no início e ficando mais forte: É indicativo de tenacidade e superação para alcançar seus objetivos.
• Interrompida ou descontínua: Caso não seja resultante de nervosismo durante a execução do teste, indica presença de patologia.

► Tipo de Traçado
Firme e reto
Frouxo, curvo ou brando
Côncavo (Abertos para a Direita)
Convexo (Abertos para a Esquerda)
Forte e reto
Forte e curvo
Médio e reto
Médio e curvo
Leve e reto
Leve e curvo
Grosso na extremidade
Frouxo e pontiagudo
Muito fino
Inchado ou fusiforme
Torcido ou sinuoso
Retos e torcidos alternados
Com pontas de agulha ou punhal
Pontas engrossadas

Exemplos:




























































































































































Significados:

• Firme e reto: Indica energia, segurança em si mesmo e determinação. Revela também independência e dinamismo.
• Frouxo, curvo ou brando: Expressa indecisão, flexibilidade, dispêndio inadequado da energia. Revela também falta de estímulos para a superação das dificuldades.
• Côncavo (Abertos para a Direita): Expressa diplomacia e boa adaptação ao meio social.
• Convexo (Abertos para a Esquerda): Expressam insegurança, desconfiança, oposicionismo e intolerância.
• Forte e reto: Indica vigor físico e força de vontade caracterizando também personalidade rude.
• Forte e curvo: Indica bom potencial de energia porém utilizada de forma inadequada.
• Médio e reto: Indica disposição, capacidade de planejamento, decisão e bom autocontrole.
• Médio e curvo: Reflete bom potencial de energia utilizada de forma inadequada.
• Leve e reto: Revela sensibilidade, planejamento, senso estético e potencial regular de energia.
• Leve e curvo: Indica utilização inadequada do potencial de energia provocando cansaço, habilitando a execução de tarefas que utilizam principalmente o intelecto em vez de vigor físico.
• Grosso na extremidade: Indica presença de agressividade razoavelmente controlada.
• Frouxo e pontiagudo: Significa uma fuga da realidade e de assumir responsabilidades. Sugere também atual descontentamento.
• Muito fino: Indica baixo potencial energético e pouca vitalidade.
• Inchado ou fusiforme: Indica tendência à voluptuosidade e à obtenção de prazer físico.
• Torcido ou sinuoso: Indica instabilidade emocional, insegurança, baixo potencial energético e falta de disposição para a realização das tarefas ou enfrentar novas situações.
• Retos e torcidos alternados: Revela utilização inadequada do potencial energético e instabilidade emocional o que prejudica nas relações pessoais.
• Com pontas de agulha ou punhal: Sugerem agressividade reprimida e autocontrole deficiente com flutuações no humor dificultando a adaptação ao meio social.
• Pontas engrossadas: Revelam personalidade explosiva com baixo controle das emoções. Indica também agressividade, impulsividade e precipitação.


► Irregularidades do Traçado
Cruzamentos
Contra-Impulsos
Tremor Inicial
Tremor constante
Tremor acentuado
Gancho na parte inferior direita
Gancho na parte inferior esquerda
Gancho na parte superior direita
Gancho na parte superior esquerda
Palos quebrados


Laços
 Linhas espelhadas
Correções e retoques
Reforço da linha
Traçado repassado
Chaminés

Exemplos:


























































































































































Significados:


• Cruzamentos: Revela insegurança, economicidade, dificuldade na tomada de decisões em conseqüência da lentidão dos pensamentos ou freqüentes confusões.
• Contra-Impulsos: Se não for resultante de acentuada inibição, pode ser indicativo de problemas neurológicos.
• Tremor Inicial: Significa influencia de fatores emocionais frente a novas situações, indicando insegurança, no caso do tremor ocorrer no primeiro intervalo.
• Tremor constante: Indica possibilidade da presença de patologias, lesões ou uso de álcool ou droga.
• Tremor acentuado: Indica presença de lesões, traumatismos ou fortes crises emocionais.
• Gancho na parte inferior direita: Sugere agressividade física caracterizada por freqüentes explosões. Indica falta de controle emocional e comportamento rude.
• Gancho na parte inferior esquerda: Sugere atitudes autodestrutivas, falta de controle corporal e ressentimentos contra fatos ou pessoas que o afetaram.
• Gancho na parte superior direita: Sugere agressividade verbal demonstrada através de freqüentes explosões sem presença de violência física. Revela baixa adaptação ao meio ambiente e ainda se mostra intolerante com os outros.
• Gancho na parte superior esquerda: Sugere acentuada autocrítica, buscando realizar as tarefas com perfeição, punindo-se caso não atinja a qualidade almejada.
• Palos quebrados: Possivelmente apresenta problemas de ordem neurológica.
• Laços: Indica inadequação no uso da energia. Falta de planejamento.
• Linhas espelhadas: Expressa rigidez mental e dificuldade em adaptar-se a novas situações. Indica capacidade mental limitada a realização de tarefas sem complexidade.
• Correções e retoques: Indica insegurança, insatisfação e, ocasionalmente, agressividade.
• Reforço da linha: Sugere presença de ansiedade.
• Traçado repassado: Indica rigidez mental e dificuldade em tomar decisões.
• Chaminés: É indicativo da presença de ansiedade e angústia.




► Organização e Ordem
Muito boa
Boa
Regular
Ruim
Muito ruim

Exemplos:































































































Significados:

• Muito boa: Revela capacidade organizativa, equilíbrio emocional, percepção dos limites e boa adaptação ao meio social. Mostra ainda meticulosidade, ordem e boa apresentação.
• Boa: Indica boa capacidade em realizar as tarefas, bom autocontrole, pensamento lógico e estado de ânimo saudável.
• Regular: Indica capacidade regular na realização das tarefas, despreocupação e certa displicência. Demonstra possuir baixa percepção dos seus limites.
• Ruim: Revela baixa capacidade na execução dos trabalhos e falta de objetivos. Demonstra falta de ordem ou métodos além de inconstância e emotividade.
• Muito ruim: Demonstra total despreocupação com a qualidade de seu trabalho. Indica necessidade de executar tarefas sob supervisão. Indica desorientação, desequilíbrio emocional e falta de objetividade.











99 comments:

  1. Nos testes psicológicos os psicólogos falam pra vc ser o mais natural possivel, discordo pois só passam nesses testes quem revelar ser o que eles procuram. muito boa a materia vai me ajudar muito na proxima etapa do meu concurso.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Humm, esse teste é uma questão de treino, se vc praticar vai ter um bom rendimento, então acho q n serve para uma avaliação psicológica né ???? pois a maioria das pessoas que passam por entrevistar praticam kkkkkkk

      Delete
    2. Quem é vc para dizer se o teste deve ser validado ou não? Para isso, demoram muitas vezes, anos para que isso ocorra, de tanto estudo que necessita. Vc participou desse estudo? Ou percebeu isso só de olhar? Quanta pretensão, hein?! E só para saber, esse teste não depende de treino.

      Delete
  2. Quanta besteira. Em alguns anos vamos ver a psicologia da mesma forma que hoje vemos a astrologia, somente como uma crença, nada científico.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Concordo, palavras bem colocadas...

      Delete
    2. Puta que pariu! Como vocês são burros! Não foi do dia pra noite que uma pessoa resolveu o que significava cada palográfico! Foram feitos testes e entrevistas e comparados com o palográfico apresentaram padrões!

      Delete
    3. Não vou chamar ninguém de burro. Um teste psicológico não tem nada de verdade universal e não existe para dizer o que uma pessoa é ou não, é apenas um dos inúmeros instrumentos que o psicólogo usa para uma avaliação. Dizer que a "psicologia vai se tornar uma crença" baseando-se no argumento de que o teste é uma besteira, é realmente, uma grande falta de estudos. Não limitem-se. E leiam mais um pouco. A psicologia vai além, por favor.

      Delete
    4. Quanta ignorância.... Então se dizem esclarecidos por acharem que os testes não tem fundamento!???
      Não sabem do que estão falando....

      Vai lá, @Ana, @Romulo, elaborem um método melhor!! Larguem de se limitar apenas a ficar andando, comendo, cagando e falando besteiras!

      Delete
    5. Ana e Rômulo, essas foram algumas das palavras mais insensatas e sem fundamento que já tive oportunidade de ler. Como foi bem colocado por um dos colegas a psicologia não foi criada da noite para o dia e como toda ciência foi baseada em paradigmas como observação e experimentação. Leiam sobre o trabalho de Freud, Piaget, Marx, Jung e então irão perceber que a psicologia ajudou e muito no desenvolvimento humano e na descoberta das causas de muitas doenças. Além disso a psicologia vem ajudando as pessoas a superarem grandes desafios e muitos traumas, os quais tais pessoas nem percebiam, até serem curadas e enfim viverem com saúde.

      Delete
    6. A validação do teste palográfico no Brasil gera controvérsias. Há cientistas renomados que consideram que o espaço amostral foi insuficiente para validação.

      O STF já o considerou o teste subjetivo, e inválido para seleções públicas, existem inúmeras jurisprudências sobre o tema.

      Eu considero uma viagem absurda, e inadequado para avaliação psicológica por depender muito de características físicas. Um cara com tendinite por exemplo, apresentará baixo rendimento, mesmo que para um cargo que necessite de rendimento intelectual e não físico.

      Me desculpem os psicólogos, mas por essas e outras que a psicologia beira o exoterismo, passando longe da ciência.

      Delete
    7. Concordo plenamente com o Luis.

      A alquimia e a astrologia também já foram consideradas ciências. Embora tenham aberto caminho para as ciências modernas da química e da astronomia, elas não tinham nada de científico.
      Da mesma forma eu vejo a psicologia.
      Como que um teste de desenhos pode indicar algo tão complexo quanto a personalidade de alguém?

      Faço minhas as palavras do Luis: "Me desculpem os psicólogos, mas por essas e outras que a psicologia beira o exoterismo, passando longe da ciência."

      Delete
    8. Dizer que a psicologia é astrologia é uma das maiores besteiras e ignorâncias que já tive o desprazer de ler. Depois quer ser chamada de inteligente. Desta forma vc apenas demonstra o tamanho da falta de conhecimento seu. Falta de estudo, de leitura e conhecimento no ramo da psicologia. LEIE!! ESTUDE!!! APRENDA!!!

      Delete
    9. Luís Gustavo, opiniões técnicas sem fonte citada acabam parecendo falácias. Temos que ter cuidado para não sermos levianos em nossas análises e opiniões.

      Delete
    10. This comment has been removed by the author.

      Delete
    11. Faço das palavras da Ana, do Rômulo e do Luís Gustavo as minhas. Apelar para Freud (suas teorias foram por terra), Marx (já não basta dizer que ele foi economista, sociólogo e filósofo, agora querem dizer que ele também foi psicólogo?) e Piaget (métodos derrubados nos países desenvolvidos) é demais.
      Esses testes aí parecem os da revista Capricho.

      Delete
    12. Afinal, vc estudou e pesquisou sua validade, confiabilidade, teste-reteste e sua fidedignidade para chegar à conclusão de que ele é um teste da revista capricho, neh? Estudou muito sobre psicometria também?! Sabe o que significam estas palavras?

      Delete
    13. Fulano é aprovado em concurso de agente da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil ao mesmo tempo. Fulano é reprovado na avaliação psicotécnica do concurso da Federal, mas é aprovado no psicotécnico da Civil. Os dois cargos são para carreiras e atribuições absolutamente iguais, só que para um ele está apto e para outro não. Faz algum sentido? Psicólogos = Cambada de palpiteiros.

      Delete
    14. É o PSICÓLOGO o palpiteiro? Tem certeza de que é o PSICÓLOGO?

      Delete
    15. "Quanta besteira. Em alguns anos vamos ver a psicologia da mesma forma que hoje vemos a astrologia, somente como uma crença, nada científico."
      ????????????????????????????????

      quanta besteira foi isso ai q vc falou! Provavelmente vc nao é dessa área e nunca estudou nem leu nada sobre o assunto pra falar tanta besteira. Não são testes escolhidos aleatoriamente de uma hora pra outra. Isso é muito estudado, ate ser comprovada a efetividade.

      Delete
    16. This comment has been removed by the author.

      Delete
    17. Sou engenheiro e discordo fortemente deste argumento contra a psicologia.. a psicologia não é uma ciência exata, mas é ciência, e usa o método científico em suas afirmações.
      E como toda a ciência inexata, lida com métodos probabilísticos. Em todo método probabilístico, a amostra deve representar um todo (no caso desse teste, o teste em si é a amostra e o todo a ser representado é a psique do indivíduo que o fez). Esta representação pode não representar o todo quando erros de diversas fontes lhe forem atribuído, sendo o principal deles, isso em todas as aplicações de amostragem, o erro humano: um método pode ser excelente, mas de nada adiantaria se o aplicador ou o interpretador do teste não aplicar corretamente (daí uma possibilidade para a questão do concurso mencionado por Rhino Lima, e um argumento forte a não tipicalizar na forma "Psicólogos = Cambada de palpiteiros". Esta tipicalização, a propósito, é um grave erro de interpretação experimental). Por fim, nenhuma teoria, da engenharia à religião, é imbatível! teorias são pressupostos temporários, que durarão até que surjam outras melhores, e são compostas por ciclos de teses, antíteses e sínteses, que leva a uma progressão evolucionária e indefinida no tempo. É possível que o conjunto teoria e aplicação possa não ser 100% correto, ora a teoria, ora o procedimento de aplicação não seja efetivo. Neste caso em questão, alguém com tendinite não deveria fazer o teste (como está previsto no artigo o indicativo de patologia), e o aplicador do teste deve ser sensível e comunicativo ao ponto de efetividade do teste. por isto concordo com Luis Gustavo tratando-se de concurso, por este ser público, não havendo um tratamento individual neste foco. Mas discordo de Luis Gustavo, Ana e Rômulo quando ele afirma que o psicologia beira o exoterismo apenas porque alguém fez uso errado, é importante não confundir pessoas com ciência. Ciência é uma ferramenta para pessoas usarem, infelizmente não existe uma forma de garantir que pessoas não errem, por enquanto.

      Delete
    18. Besteira é esse seu preconceito.
      Vamos lá. Já que você está falando em ciência, me diga, o que é ciência para você?
      Vou ajudar com base no dicionário!
      Ciência: Conjunto organizado de conhecimentos relativos a certas categorias de fatos ou fenômenos. Conjunto de conhecimentos humanos a respeito da natureza, da sociedade e do pensamento.
      Bom, sedo assim, o conhecimento sobre o comportamento humano / personalidade, que é exatamente o que psicólogos estudam exaustivamente para chegar a certas conclusões, tem sim base científica.
      Cada teste apresentado demora anos para ser validado. Inúmeras tentativas são feitas com públicos de ambientes sociais variados. É claro que não se pode generalizar! A Psicologia Social, por exemplo, está aí para concordar que cada um se comporta de acordo com o seu meio. Ou seja, deve-se sim considerar o ambiente em que o indivíduo está inserido. Um bom psicólogo saberá avaliar caso a caso.
      Concluindo, além da avaliação acima, ainda há uma etapa interpretativa com vários outros fatores sendo colocados.
      Mais uma coisa, não generalize! A psicologia tem muitas vertentes, e nem todos acreditam em tais testes.
      E também não descrimine! Já vi psicólogos tirarem pessoas de um inferno psíquico e devolver-lhes o amor a vida. Um dia, pode ser você precisando de ajuda!
      Pesquise, se informe, e seja feliz!

      Delete
    19. This comment has been removed by the author.

      Delete
    20. This comment has been removed by the author.

      Delete
    21. Ana Jacobsen, você dizer que a Psicologia beira o exoterismo, já está equivocada, pois você quis dizer, com certeza, esoterismo. Gostaria de saber se já leu algo sobre Psicologia, ou estudou profundamente algum teórico da área?!? É bem fácil desmerecer algo que não entendemos... A dita "ciência" é baseada no empirismo, com o qual se chega às conclusões, cujo senso comum conclui como "ciência". Como disse um colega e uma colega acima, muitos estudiosos da Psicologia trouxeram grandes contribuições (auto conhecimento) para a humanidade que persiste na ignorância, e a falta de informação e julgamento precipitado e superficial, não atribui nenhum benefício a si nem à sociedade... Usando nosso amigo Freud: deve ser "recalque" de alguma reprovação ocorrida por tais fomentadores de "teorias rasas do senso comum"

      Delete
    22. This comment has been removed by the author.

      Delete
    23. E outra, astrologia SEMPRE foi crença, porque não existiam provas concretas sobre a sua autenticidade. Agora você vem falar que a psicologia é crença? Nossa. Santa ignorância. Desapega do senso comum, de yahoo respostas e vai cursar uma faculdade, pra aprender o que é ciência de verdade.

      Delete
    24. Daí aparecem esse pessoalzinho metido a psicólogo agora chorando nos comentários, mas sem nenhum argumento. Era de se esperar escolheram "estudar" logo uma matéria que não tem base nenhuma! Concordo inteiramente com que falaram aí, psicologia beira ao exoterismo! Chorem a vontade, mas daqui alguns anos essa matéria também será mais uma Alquimia da vida... Teste totalmente subjetivo, tanto é que pra duas descrições diferente deu dois resultados totalmente opostos.

      Delete
  3. sob o pretexto de direitos autorais, o público-alvo destes testes é mantido na ignorância em relação à eficácia científica de tal método... tampouco comprova-se, cientificamente, que em um papel em branco a pessoa projeta o seu mundo interior... tenha paciência... onde há ciência nisso???? ... quando cientistas de verdade comprovarem como a nossa mente se comporta na interação com o mundo e que o modo como externamos essa interação é prejudicial ou indesejável para determinada atividade ou função, eu me calo, mas enquanto pessoas que brincam de conhecer a alma humana através de "palitos" e "papel", não darei a mínima credibilidade, só os trouxas caem nessa....

    ReplyDelete
    Replies
    1. Concordo que a personalidade nao se resume a um teste de palitos, porém foi comprovado sim, científicamente, a validade de testes como esse e por isso sao usados no mundo inteiro....como eu sempre digo, para criticar algo precisamos conhecer esse algo profundamente para nao saírmos fazendo afirmacoes 'achistas' infundadas.....ao contrário da astrologia, a psicologia tem crescido cada vez mais e se estabelecido como ciência sim, seu comentário só prova que seu conhecimento sobre o assunto nao vai além do achismo montado a partir de 'vejas' e 'globos'......

      Delete
    2. Concordo plenamente com vc. São apenas "achismos". Pensamentos estereotipados e "frases feitas" baseados em nenhum fundamento teórico.

      Delete
    3. Gostaria de lembrar que no período da alquimia a própria ciência era vista como magia. As pessoas tem o mau habito de passar a diante opiniões do senso comum, esquecendo que a ciência trabalha com resultados testados e aprovados pela comunidade cientifica. A psicologia esta dentro do ramo das ciências que estudam as relações humanas, tendo suas teses aceitas pela comunidade cientifica. Assim, antes de expressar juízo de valor sobre a validade ou não de algo, aconselho fazer um doutorado e defender uma tese, que sendo aceita pela comunidade cientifica comprove o que seu julgamento atual diz. Até aconselho aqueles que não possuem tal conhecimento, utilizarem a máxima do senso comum que diz: enquanto você não abre a boca, ninguém perceberá que é um tolo. O sábio ouve mais do que fala.

      Delete
  4. aê Vetor Editora... vai se preocupar em publicar obras científicas de verdade, não essas historinhas da carochinha...

    ReplyDelete
  5. só pensam em dinheiro isso sim, cadê a comprovação cientifica sob tudo isso ,olha que preconceituosos querem dize quanto mais estudo mais capacidade de desenhar?o mundo é um sistema mesmo movido a dinheiro cada um quer sua parte ,poucos conseguem enxergar a realidade.

    ReplyDelete
  6. Eu só sei que nada sei...e ainda não sei nada....

    ReplyDelete
  7. Bem eu quero agradecer por ter encontrado o material, pois explica bem como avaliar o teste referido. Concordo em partes com os comentários acima, por um lado acho nossa mente muito complexa para se tirar conclusões sobre o comportamento da pessoa sobre um teste assim. Vale lembrar que normalmente numa entrevista a psicologa vai lhe entrevistar antes ou depois provavelmente e o teste poderá confirmar ou não as conclusões da profissional. No meu caso foi muito valido o conhecimento, pois terei muito mais chances de me sair bem nesse teste nas proximas vezes.

    ReplyDelete
  8. Replies
    1. o 22 esta num quociente! Ta mal encaixado na imagem!

      Delete
  9. Decisões do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) que garantiram o direito à nomeação e posse a três candidatos reprovados em exame profissiográfico (psicotécnico) foram mantidas, pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). O tema foi julgado do Mandado de Segurança (MS) 30822, referente ao Concurso de Ingresso no cargo de Promotor de Justiça Substituto no Estado de Rondônia.
    Em seu voto, o ministro relator Ricardo Lewandowski invocou jurisprudência do STF no sentido de que a legalidade dos exames psicotécnicos em prova de concurso público está submetida a três requisitos indispensáveis: previsão legal, adoção de critérios objetivos e possibilidade de revisão do resultado. Segundo ele, se o teste psicológico aplicado no concurso não preenche o pressuposto da objetividade em seus critérios de avaliação deve ser declarado nulo.

    ReplyDelete
  10. ABSURDO ISSO, A PESSOA NÃO ENTENDE NADA DO ASSUNTO, COM CERTEZA NÃO SABE NEM O QUE É UMA AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA E AINDA TEM CORAGEM DE ESCANEAR DADOS DO MANUAL QUE É UM INSTRUMENTO DE USO EXCLUSIVO DO PSICÓLOGO (QUE ESTÁ HABILITADO PARA UTILIZAR ESTE INSTRUMENTO)E COLOCA A DISPOSIÇÃO DE PESSOAS QUE
    SIMPLESMENTE VÃO LER E CLARO CRITICAR AFINAL,NÃO SABEM NADA A RESPEITO MAS NA HORA DE FALAR MAL DO QUE NÃO CONHECEM É COM ELES MESMOS.

    ReplyDelete
  11. Boa Tarde!
    Muito interessante, mas acho que esse teste não deveria reprovar o candidato, pois sabemos que muitas pessoas ficam um tanto quanto nervosas no momento do teste.
    E seria compreensivo adotar mais alguns teste para não reprovar o candidato apenas com esse palográfico. sou habilitado e no Detran-Ce fiz esse palográfico e fui aprovado. Mas, já em um concurso, mim reprovaram por causa desse palográfico. Após algum tempo tentei recorrer, mas a promotora disse que já havia passado mais de um ano e não tinha mais condição! " Se fosse em um período de dois a quatro meses, aí sim Eu poderia ter conseguido." Não fui atrás logo, porque fiquei desanimado e triste! Mas cabe recurso e agora não vacilo mais! Obrigado!

    ReplyDelete
  12. Quanta besteira essa porcaria de teste é apenas para eliminar candidatos as vagas existente, imagina 80.000 inscritos para 300 vagas. Abre o olho japonês.

    ReplyDelete
  13. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  14. Prezado

    A divulgação de um material protegido pela lei de direitos autorais, sem a autorização formal do autor ou da editora que detém esses direitos é crime e poderá resultar em conseqüências penais, com prejuízo da indenização cabível por danos materiais e/ou morais. Portanto, solicitamos que esse conteúdo seja excluído.

    Caso o conteúdo não seja retirado da rede, o portal será acionado para que seja identificada a pessoa responsável pelas publicações. Essa identificação será realizada por meio do I.P. do usuário, e será usada para processo judicial. O culpado, estará sujeito às sanções civis e penais, nos termos da Lei 9.610/1998, que regula os direitos autorais, e do artigo 184 do Código Penal, que prevê pena máxima de reclusão de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

    Além da questão de direitos autorais, Testes Psicológicos são ferramentas protegidas pelo Conselho Federal de Psicologia. São instrumentos restritos à psicólogos. Esse tipo de ação prejudica uma categoria que trabalha com seriedade.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Bom... entrarei em contato com a Vetor para informar que este material não foi excluído. Ta aí a resposta para tanta gente ignorante falando o que não sabe... pessoas sem caráter publicam o que não deveriam por falta de ética, bom senso e profissionalismo.

      Delete
    2. This comment has been removed by the author.

      Delete
    3. "Além da questão de direitos autorais, Testes Psicológicos são ferramentas protegidas pelo Conselho Federal de Psicologia. São instrumentos restritos à psicólogos. Esse tipo de ação prejudica uma categoria que trabalha com seriedade." Fala sério hem, RESTRITO PARA PSICOLOGOS? LI UMA GRANDE BOBEIRA AGORa!!!

      Delete
  15. Toda pesquisa científica quando bem produzida é válida. É lógico que não é uma verdade absoluta. Mas sempre é bom observar o que se tem a dizer. E observando que o ser humano é muito complexo e está inserido em uma cultura...

    ReplyDelete
  16. Se só em um desses itens eu for mal eu passo ou não?? Por exemplo eu fui bem em todos mas alguns palos ficaram com gancho inferior direito e os outros fui ok.

    ReplyDelete
  17. Com certeza foram realizadas muitas pesquisas sobre esse método de avaliação, com milhares de pessoas, e com certeza comprovou-se que na maioria das pessoas ele realmente funciona. É disso que eu falo, na MAIORIA das pessoas deve funcionar, e não em TODAS as pessoas. Acredito que utilizar um método que não funciona para a totalidade da população como forma de reprovação em exames para concursos/carteira de habilitação e outros, seja no mínimo meio estranho...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Da onde vc tirou esta informação? Não é assim que se realiza pesquisas para validação de teste, ou seja, comprovando que na maioria funciona. Creio que lhe faltam muitos conhecimentos sobre o assunto ainda. Já experimentou ler sobre o assunto?

      Delete
  18. Muitas coisas foram ditas, algumas pessoas coerentes e outras sem um pingo de conhecimento. Como profissional penso ser um erro um material como este estar na internet desta forma, se querem saber sobre o teste perguntem ao recrutador, é um direito de quem esta sendo avaliado. Todo é qualquer teste é um método cientifico e não é uma brincadeira inventada por alguém. A retirada desde material é um respeito a classe.

    ReplyDelete
  19. Eu acredito que é de bom uso, serve como "aproximação" da realidade, eu usaria para tirar os excessos, como numa entrevista de emprego, num concurso público ou algo assim, mas nunca usaria como "fato" para taxar alguém de "produtivo" ou "não-produtivo" definitivamente.
    Apesar de ser um material que nas "mãos erradas" poderia atrapalhar uma seleção importante ou algo assim, porém, eu acredito que é muito difícil e a pessoa é muito doida pra tentar adulterar o próprio teste, pois em uma entrevista de emprego, por exemplo, ainda vai ter que passar por treinamento e experiência e se ela não estiver de acordo com o perfil psicológico que precisam nem conseguirá ir muito longe, portanto o material tem que ficar disponível ao público, claro que isso nos leva a parte de "cópia", quanto a isso eu prefiro seguir as leis e a ética, lembrando que no passado grandes lideranças guardavam o conhecimento para si para que assim pudessem dominar as "grandes massas" e ai de quem tentasse saber algo mais do que era determinado para ser sabido ;-D

    ReplyDelete
  20. EU TAMBÉM NÃO VOU CHAMAR DE BURRO MAIS ESSA

    Ana Jacobsen

    É UMA IMBECIL ....!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Imbecil é quem escreve sem pontuação e não sabe a diferença entre "mais" e "mas". O resto é inteligente. :)

      Delete
  21. TESTES PRA MIM SAO TODOS IDIOTAS.TEM QUE SER NA PRATICA.COMO QUE UMA SIMPLES MERDA DE UNS PAPEIS VAO DECIDIR UM PERFIL ADEQUADO.E A MESMA COISA QUE EMPRESAS PEDEM EXPERIENCIAS PRA TAL CARGOS.COMO QUE ALGUMAS PESSOAS VAO TER EXPERIENCIAS SE NAO DAO OPORTUNIDADES.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Leia o que escreveu. Vc mesmo está assumindo que não conhece sobre o assunto quando pergunta como que alguns papéis vão indicar o perfil de alguém. Está vendo? Assumiu que não sabe e desconhece. Por isso, não tem base para afirmar que ele não funciona. Creio que se estudar de verdade sobre o assunto, entenderá.

      Delete
    2. Como estudar sobre esse assunto se vocês psicólogos o escondem completamente dos leigos... Porque essas comprovações do método não são divulgadas, onde foi feita a pesquisa... No Brasil? em quais regiões... Porque acredito que o Brasil é tão diversificado de cultura, que um teste deste teria que variar de região pra região!

      Delete
    3. Não são abertos para leigos porque leigos não saberiam utilizar os instrumentos corretamente. Eles só vendem para psicólogos porque é a única forma de saberem quem realmente saberá utilizá-los. Se tem interesse em saber, faça a curso de psicologia e depois se especialize.

      Delete
  22. Como pode um teste palográfico revelar termos tão complexos da personalidade de uma pessoa? Sinceramente, minha incredulidade frente à tal teste é gigantesca. Diante do entrevistador, o mesmo pede para que o candidato execute o teste. O candidato, no seu nervosismo, trêmulo e ansioso, é fato que não terá um bom rendimento, se avaliado pelo teste. Ora, é a coisa mais comum termos algum nervosismo ou outro durante entrevistas de emprego ainda mais aquelas que procuram candidatos para ocupar cargos mais complexos. Em suma, acho totalmente "incientífico" julgar alguém simplesmente por meros palitinhos.

    ReplyDelete
  23. Por favor!! LEIA sobre o assunto antes de fazer afirmações tão infundadas. Vc tb afirmou que não sabe como um teste desses pode revelar algo tão complexo como a personalidade. Os psicólogos precisaram fazer um faculdade, além de cursos e especializações sobre o assunto para entender e comprovar, (quem trabalha com pesquisas) que eles funcionam. O que vc falou foi puro achismo. Experimente ler um pouquinho sobre o assunto que já vai te ajudar a entender, caso contrário, não tem base para opinar.

    ReplyDelete
  24. concordo com as aplicações destes testes... podem ver que no congresso
    todos passariam sem sombras de duvidas ! pois la o Q.I. deles é incoparavel
    pois são muito inteligentes espertos,corruptos ladroes sem escrupulos, sem moral ! por isso lutam por um pais com mais analfabetos e idiotas como o povo brasileiro ! sera que vamos acordar algum dia ??? ah sobre a faculdade do dos pscólogos sera que não conseguem enchergar qual politico que é honésto ? acho que não tem que estudar por mais um século ...

    ReplyDelete
  25. Esse teste é meio bizarro.. Por exemplo o sujeito esta fazendo seu teste em uma sala juntamente com outras pessoas ele olha pro lado e ve que os traços do colegas estão mais precisos que o dele e em menor quantidade. Este apartir deste ponto pode se concentrar mais no qualitativo do que no quantitativo. Deste modo o psicólogo vai concluir que:OR: a partir de 13,3: Muito Alto – “Revela preocupante oscilação na produtividade demonstrando rendimento bastante irregular.” Decrescente - começa rápido, mas não consegue manter o ritmo: Indica certa dificuldade em manter o rendimento no trabalho, possivelmente causado por fadiga ou estresse. O mesmo vale para a ponta do lapis quebrou, o candidato cossou a cabeça. Também existe diversos casos que o candidato entende que o importante é a perfeição dos pólos para tal faz uma quantidade menor do que a esperada sendo taxado de improdutivo....

    ReplyDelete
  26. Aos psicólogos: por favor me tirem uma duvida caso o candidato faça palos precisos, retos, com bom traçado horizontal e etc... Isto é levado em consideração em caso de produtividade ligeiramente abaixo da media tipo uns 500 palos? este candidato seria taxado como de baixa produtividade?

    ReplyDelete
  27. Fiz esse teste em um concurso público, fiz por volta de 520 palos com bom traçado,porém pela análise vi aqui que serei taxado como uma pessoa de baixa produtividade.Achei muito estranho o resultado pois não me considero improdutivo.Muito pelo contrário julgo ser mais produtivo que a média. Refiz o teste o mais rápido possível e fiz 1080 palos mantendo bom traçado. O concurso que fiz diz que em hipótese alguma será dado chance de realizar outro teste.E agora? Só entrando na justiça?

    ReplyDelete
  28. Eu também não concordo com este método. Afirmar que este teste é capaz de evidenciar a produtividade de uma pessoa acho um tanto prepotente e simplista.
    a) definição de produtividade é abrangente
    b) a caligrafia pode influenciar.
    c) é questionável o resultado.

    ReplyDelete
  29. Pessoal. Entendam que o teste é INDICATIVO. Tirar conclusões a partir somente do teste é uma bobagem (que infelizmente existe), pois devem ser obtidas mais variáveis com outros testes, entrevistas, etc. Se os resultados forem consistentes, é possível tirar uma conclusão. É por isso que quando você tenta entrar em uma grande empresa você faz N testes. Eles querem dados válidos, não as conclusões ridículas que alguns órgãos públicos tiram. No entanto, dizer que o teste ou mesmo a psicologia não é ciência? Isso é dez vezes pior... só mostra falta de conhecimento e algum nível de butthurt. Culpem os que utilizam o teste de forma errada, só isso.

    ReplyDelete
  30. Concordo com Luis Gustavo Machado, pois tenho tendinite e realizei um teste desses, quase não suportei de dor, só não desisti porque isso é para os fracos, até pensei que fosse um teste de resistência e não de personalidade.

    ReplyDelete
  31. Passei neste teste mesmo estando cansado (passei a noite na gandaia) no dia que eu fiz como acima da média, porém desenho razoavelmente bem e sei que neste teste psicológicos vc tem que procurar ser o mais "normal" possível dentro de um padrão aceito pela estudos científicos. Agora se eu tivesse feito com a mão contrária com certeza meus riscos teriam ficados horríveis indicando que, supostamente, eu teria sérios problemas psicológicos. (Será que eu sou bipolar ?). tenho uma "dúvida"sobre estes testes tanto para seleção de emprego como para obter CNH ou qualquer que seja a sua utilidade é que se hoje eu fizer o teste e dependendo do resultado pode indicar que eu tenha problemas psicológicos não me habilitando a obter um emprego, a CNH e até mesmo conviver com a sociedade ( dependendo do teste), porém se amanhã eu faço os mesmo testes e sou aprovado, por exemplo, acima da média. Significa que eu estou curado de todos problemas e por isso já posso ter um emprego, a CNH, etc? Tenho dó daquelas pessoas mais simples que tem excelente caráter e são trabalhadoras, mas como não sabem desenhar, não ficam brincando com estes testes de Raciocínio Lógico ou de Memória e também não possuem criatividade para contar histórias (Mentir), além de consideradas Inaptas para o propósito que propuseram ainda são consideradas como possuidoras de desvios de personalidade.

    ReplyDelete
  32. Nossa, vc acha que o Psicólogo não sabe de todas essa variáveis?? O Psicólogo não avalia desta forma tão concreta como vc disse, é por isso que apenas profissionais da área que podem aplicar, pois se vê a sua falta de conhecimento no assunto.

    ReplyDelete
  33. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  34. É interessante observar como pessoas leigas no assunto palpitam tão naturalmente que até parecem ter desenvolvidos estudos sobre seus pontos de vista, até aqui o que sabemos é que o teste palográfico publicado em 2004, pela editora Vetor e devidamente avaliado pelo CFP em 03/09/2004 recebeu o parecer FAVORÁVEL, como teste válido para avaliação da personalidade, com isso, cabe aqui ressaltar que para receber tal parecer o teste passou pelo longo período de avaliação (fidelidade e fidedignidade) para ser considerado válido. Assim, o teste juntamente com outros para diagnóstico e avaliação da personalidade podem SIM, avaliar a personalidade.

    ReplyDelete
  35. Esse teste é muito vagabundo e não indica e mostra sua capacidade. Ontem fui fazer a seleção e ontem além de mim nenhum candidato foi aprovado. Esse teste não demonstra a sua capacidade!

    ReplyDelete
  36. Não é o teste que capacita ou não um profissional, me desculpem os psicólogos, mas esse teste está longe de avaliar a capacidade de alguém para algum trabalho.

    ReplyDelete
  37. Acontece que durante a avaliação de um candidato em uma empresa, eles utilizam o teste como um COMPLEMENTO de informações e não ele unicamente. Se te reprovaram, foram por outros motivos e não apenas o teste. E Célia, você não tem conhecimento para fazer esta afirmação que depende de muito conhecimento técnico. O teste é um dos instrumentos para se avaliar. O teste funcionar ou não, não é uma questão de opinião. Que tipo de estudo ou pesquisa você fez para afirmar se ele avalia ou não a capacidade de alguém para um trabalho?

    ReplyDelete
  38. Sou engenheiro e discordo fortemente deste argumento contra a psicologia.. a psicologia não é uma ciência exata, mas é ciência, e usa o método científico em suas afirmações.
    E como toda a ciência inexata, lida com métodos probabilísticos. Em todo método probabilístico, a amostra deve representar um todo (no caso desse teste, o teste em si é a amostra e o todo a ser representado é a psique do indivíduo que o fez). Esta representação pode não representar o todo quando erros de diversas fontes lhe forem atribuído, sendo o principal deles, isso em todas as aplicações de amostragem, o erro humano: um método pode ser excelente, mas de nada adiantaria se o aplicador ou o interpretador do teste não aplicar corretamente (daí uma possibilidade para a questão do concurso mencionado por Rhino Lima, e um argumento forte a não tipicalizar na forma "Psicólogos = Cambada de palpiteiros". Esta tipicalização, a propósito, é um grave erro de interpretação experimental). Por fim, nenhuma teoria, da engenharia à religião, é imbatível! teorias são pressupostos temporários, que durarão até que surjam outras melhores, e são compostas por ciclos de teses, antíteses e sínteses, que leva a uma progressão evolucionária e indefinida no tempo. É possível que o conjunto teoria e aplicação possa não ser 100% correto, ora a teoria, ora o procedimento de aplicação não seja efetivo. Neste caso em questão, alguém com tendinite não deveria fazer o teste (como está previsto no artigo o indicativo de patologia), e o aplicador do teste deve ser sensível e comunicativo ao ponto de efetividade do teste. por isto concordo com Luis Gustavo tratando-se de concurso, por este ser público, não havendo um tratamento individual neste foco. Mas discordo de Luis Gustavo, Ana e Rômulo quando ele afirma que o psicologia beira o exoterismo apenas porque alguém fez uso errado, é importante não confundir pessoas com ciência. Ciência é uma ferramenta para pessoas usarem, infelizmente não existe uma forma de garantir que pessoas não errem, por enquanto.

    ReplyDelete
  39. que besteira, isso é completamente geral. Os psicólogos estão nervosos aqui porque sabem que isso é uma balela. Ainda bem que alguém publicou isso. Agora me pergunto, será que já fui eliminado de algum concurso por coisas idiotas como essa dai

    ReplyDelete
  40. Querida, eu não estou nervosa. Nunca estive tão calma. Agora, dizer que é balela sem ter conhecimento algum, é puro achismo, ou seja, ignorância. Quando não temos conhecimento sobre um assunto, o melhor a se fazer é ficar em silêncio. É muito mais fácil dizer que é balela e "coisas idiotas" do que dar explicações plausíveis e baseamento teórico e prático para tal afirmação.

    ReplyDelete
  41. Então. Fiz um teste desses ontem e, por curiosidadde, vim procurar o que signicava. Pelo que percebi fui bem no teste. Mas tem um porém: eu já sabia que, de alguma forma, a avaliação seria pela padronização, constância e etc, até porque é um teste pscicológico que pode aparentar absolutamente nada, mas que pra quem já passou por outras avaliações e/ou tem curiosidade sobre o assunto, sabe que serve para avaliar alguma coisa... enfim... Como sou estudante de arquitetura, é natural pra mim procuar as características de traço que o teste pede, mas pelo que percebi dos testes de outras pessoas que também estavam participando, quem não sabe do que se trata acaba fazendo de qualquer jeito e (eu acredito) é aí que as pessoas acabam revelando a personalidade. Se a pessoa já sabe o que é pra ser feito vai bem. Acredito que acaba sendo uma forma de burlar o teste. Eu por exemplo, não fui muito bem na contagem, mas isso porque me esforcei para manter o padrão. Lendo o que cada coisa significa, não tenho muita certeza se realmente me encaixo nas descrições de personalidade, muitas coisas batem, mas eu avaliaria um pouco diferente... Acredito que também vai da autoavaliação de cada um, se você já fez um teste desses é só ver se o que você preencheu na folha tem relação com o que está descrito das carcterísticas de personalidade.
    Muita gente encheu a folha, mas tinha muitos traços irregulares, muito distantes... etc... Minha dúvida agora é: o que pesa mais na hora da avaliação, a uniformidade e as características dos traços ou a quantidade?
    A propósito, amei a postagem do Salles.

    ReplyDelete
  42. Acabei de ser aprovado em um teste deste.Sou normal.

    ReplyDelete
  43. Resumo essa bosta simplesmente em duas letras, QI, quem indica pois as empresas usam desses profissionais que aplicam esses testes que na minha opinião não levam a lugar algum para prejudicar Pais de família enquanto os donos dormem de consciência tranquila pois já vi em grandes empresas que bastou um amigo indicar o outro e o mesmo estava lá dentro, deixando pessoas muito melhores que ele profissionalmente no chinelo. Parabéns a Psicóloga que aprovou o profissional indicado.Ah!Tem mais porquê quando esses Psicólogos reprovam o candidato já não aproveitam e afastam ele pelo INSS já que eles são tão donos da verdade!

    ReplyDelete
  44. foi de grande ajuda não cheguei a ler tudo mais ja tenho noção do que fazer muito obrigado

    ReplyDelete
  45. Eu fiz este teste em um concurso público, mas sai de lá com uma sensação de frustração gigantesca! O teste apontou que tenho dificuldades com autoridades e por isso quase fui reprovada! Sim constou uma dificuldade que realmente tenho, devido não ter tido pais que exercessem qualquer limite comigo, por vezes ausentes, e quando não concordavam quase me matavam de tanta pancada!!!!!!!!! o que me gerou muita ansiedade minha vida inteira e muito bullyng por causa da ansiedade, dai a psicóloga que fez o tal teste observou isso, e no ALTO DE SUA SABEDORIA PSEUDO DEUS, me disse: você foi muito mal no teste...mas serei benevolente..... EU VOU TE PASSAR!!!!! FODA-SE PORRA COMO ALGUÉM FICA EM 2º LUGAR NUM CONCURSO COM 30 MIL CANDIDATOS PODE SER REPROVADA POR UMA PSICOLOGA QUE SE QUER IDENTIFICA QUE CRIANÇAS COMO EU ERA QUE FORAM ESPANCADAS NÃO TERIAM PROBLEMAS COM AUTORIDADES????!!! ISSO É BULLYNG!!!!!!!! DIZEMOS PARA NOSSOS FILHOS: SEJAM O QUE VOCÊS SÃO, POIS SÃO MARAVILHOSOS E ÚNICOS E ALGUÉM SÓ PORQUE FEZ UMA FACULDADE DE PSICOLOGIA PENSA TER O DIREITO DE EXCLUIR ALGUÉM POR NÃO SE ENQUADRAR NO SEU PERFIL CERTINHO E ENCAIXADINHO DE SOCIEDADE!!! ACORDEM!!!! TA NA HORA DE DEIXARMOS DE SER GADO MARCADO PELOS RÓTULOS ALHEIOS!!!! TUDO BEM SE NÃO SOMOS PERFEITOS!!!! QUE MAL TEM NISSO????????? Nos engessam!!!! Dai pedem criatividade?????? Me senti mais uma vez humilhada como se fosse um monstro por não gostar de ter chefes, haja vista que essa seria uma coisa boa para atividade que estava concorrendo, ser professora!!! Mas ser alguém que pensa e contesta não deve ser algo que os governos queiram na folha de pagamento!!!!!!!!!!!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Parabéns pelo desabafo. Estive acompanhando os argumentos dos defensores dos testes (certamente psicólogos), e nenhum me convenceu. Tive problemas com esse teste quando fui tirar habilitação. Fui reprovado duas vezes. E na terceira avaliação a psicóloga usou outro método. Consegui passar. Acontece que eu tenho um problema de coordenação motora que me faz tremer levemente e, portanto, os traços não ficavam bem alinhados ou perfeitos. Obviamente meu problema não foi levado em consideração, e a partir de dados pre-estabelecidos fui considerado inapto no teste palográfico. Conhecidos meus com históricos de vida mais problemáticos conseguiram ser aprovados na primeira vez. Será que esses psicólogos não entendem a frustração e o sofrimento que essas reprovações ocasionam?

      Delete
  46. É ridículo esse teste:
    • Gancho na parte inferior direita: Sugere agressividade física caracterizada por freqüentes explosões. Indica falta de controle emocional e comportamento rude.
    • Gancho na parte inferior esquerda: Sugere atitudes autodestrutivas, falta de controle corporal e ressentimentos contra fatos ou pessoas que o afetaram.
    • Gancho na parte superior direita: Sugere agressividade verbal demonstrada através de freqüentes explosões sem presença de violência física. Revela baixa adaptação ao meio ambiente e ainda se mostra intolerante com os outros.
    • Gancho na parte superior esquerda: Sugere acentuada autocrítica, buscando realizar as tarefas com perfeição, punindo-se caso não atinja a qualidade almejada.

    ReplyDelete
  47. Na verdade o teste é pra tentar descobrir um pouco da personalidade de cada um. Mas não significa q se vc fizer todo o teste dentro do ideal que pra vc é bom , com riscos retos perfeitos e em uma boa qtidade vc vai ser chamado, isso depende do tipo de pessoa q a empresa quer, ela pode querer um tímido introvertido e lento...

    ReplyDelete
  48. fis um curço de capacitação para motorista fis os tracinhos todos iguais 0,7 cm media 45 traços por intervalos entres os 21 motoristas eu fui o unico que me levaram para uma salinha para montar figurinhas ou quebra cabeça me senti muto mal pois achei que eu fosse louco

    ReplyDelete
  49. estou pasma com tudo que li....rsrsrs brigas e mais brigas por pontos de vista, quando na verdade somos seres diferentes em opinião. E daí se você estudou e alguns testes são uma porcaria mesmo? E daí se vc consegue burlar os testes? O fato não é esse. O fato é que o ser humano busca cada vez mais formas de diferenciar um do outro para poder ter um emprego, para poder ter dinheiro através de novos métodos. Antigamente nada disso existia e se dava valor à pessoa, quando à ela se dava uma oportunidade para que ela desenvolvesse algo bom em sua vida. Hoje em dia, a oportunidade não existe. Existe métodos de dizer antecipadamente que aquela pessoa vai te dar problemas. E quem garante isso? Será que todos que realizam testes para empresas são funcionários eternos? Desculpem, mas tenho minhas razões para questionar tudo.

    ReplyDelete
  50. Clifford Geertz afirma que a psicologia é a mais vil de todas as ciências. Por que será? Alguém se arrisca a responder?

    ReplyDelete
  51. Gostei tirei minhas duvidas sobre o assunto####3

    ReplyDelete
  52. selecionam funcionarios com base nisso? porisso nada funciona no país

    ReplyDelete
    Replies
    1. Não, não é baseado apenas nisso. Esta é apenas uma ferramenta de apoio, diante muitas outras formas de avaliar durante uma contratação.

      Delete
  53. Esses testes na minha opnião são bons e ruins ao mesmo tempo... não creio que a capacidade de uma pessoa possa ser medida por este tipo de estudo e tambem creio que se as empresas confiassem apenas neles coitados de muitos brasileiros... Muitas pessoas treinam esses testes o dia inteiro para ficarem boas e as empresas as contratam e perdem bastante tempo com esses funcinarios fadados ao fracasso, e muitas vezes perdem a oportunidade de terem alguem com gana de aprendizado e muita força de vontade para fazer a diferença e ser um profissonal realizado... o bom é que a maioria das empresas pede para que o futuro funcionario se apreente antes na empresa e esta ai a chance para mostrar de fato para que se veio. Fica a dica de uma futura psicologa, foco na maneira de se apresentar, de falar, de gesticular e tambem no visual!!

    ReplyDelete
  54. Boa tarde! Sou psicóloga e estou horrorizada com a pessoa que publicou estes dados confidenciais, provavelmente foi alguém que é formado em psicologia e se faz de psicólogo. Isto é totalmente antiético, "profissionais" assim costumam sair por ae acabando com a nossa categoria.
    É claro que publicar um conteúdo deste iria causar esta polêmica. Só quem estudou no mínimo cinco anos para entender alguns porquês da psicologia. E para esclarecer, para que a seleção de candidato seja efetiva nós utilizamos mais de uma ferramenta para avaliar. Há comprovação científica para os testes sim.

    ReplyDelete
  55. Qual ser humano pode avaliar outro? estes testes não deveriam ser feitos! me diga qual pessoa nunca pulou uma onda na praia? quem nunca errou? muitos dessas pessoas que avaliam tem mais transtorno psicológicos do que os candidatos. E esses trabalhos ocultos de avaliação de pessoas tem de ser divulgado mesmo, porque quem avalia que ser melhor que as pessoas e isso já é um erro mesmo ela dizendo que não! RH e Psicologa tem medo de conversar com as pessoas, são poucas empresas que retornam e-mail para o candidato informando a não contratação e não me venda com desculpa que são muitos candidatos! se o próprio RH e Psicologa avalia a questão de comunicação entre as pessoas?kkkk

    ReplyDelete
  56. Olá pessoal!!! Vi este fórum e não poderia deixar de postar minha opinião e uma experiência recente. Não sou psicólogo, porém, recentemete estava em busca de novas oportunidades no mercado e, consequêntemente, participando de diversos processos seletivos com os mais variados testes e entrevistas. Acredito, sim, que tenha embasamento (teórico, científico ou outra fonte de estudo) este teste e sua aplicação seja eficaz. O que devemos discutir não é sua veracidade e significância, mas sim, quem aplica. Estou dizendo isto pelo fato de que, por conta de maus profissionais, muitas vezes esses testes e avaliações perdem sua credibilidade. Em todas as áreas temos bons e maus profissionais. Quem não conhece um advogado "picareta"? E um médico que não quer saber de usar de seu estudo e conhecimento para atender, de forma digna, um paciente e que só pensa em dinheiro ou que está cansado da profissão? E na psicologia também temos esses profissionais que, por conta do péssimo profissionalismo, fazem a imagem da profissão cair em descrédito algumas vezes. Vou citar 2 experiências que tiver recentemente: processo seletivo número 1. Participei de um processo onde realizei diversos testes (conhecimentos na área, perfil individual, sistemas, etc.) e, um desses testes é o citado neste fórum. Pois bem, a psicóloga convidou-me a ir para uma mesa, onde tivesse um espaço para a realização do teste e sugeriu que retirasse o blazer. Tenho certeza que esse teste, juntamente com os demais, podem sim servir de critério para avaliarem se possuo o perfil almejado pela organização e que irei respeitar a decisão deles agradecendo a participação. Pois bem, agora vamos para o processo seletivo número 2. Participei de um processo onde fiz uma entrevista pessoal, realizei testes de conhecimentos na área de atuação (fui muito bem) e, por fim, fiz o teste citado no fórum. A psicóloga colocou-me numa cadeira (estilo de faculdade) com apoio que mais balançava do que outra coisa. Ao iniciarmos um simulado não tirei meu blazer (de propósito) para ver o que ela iria dizer ou sugerir, e ela não sugeriu nada. Antes de iniciar de fato o teste, perguntei se poderia tirar o blazer e a resposta foi “Você quem sabe”. Comentei do apoio da cadeira e ela disse-me que não havia outro lugar para apoiar e realizar. Conclusão, neste caso o teste não poderá servir como fator de decisão para o SIM ou NÃO. É muito subjetivo, irão faltar informações para a tomada de decisão, é fato. Acredito que por conta dessas situações, profissionais maus qualificados para aplicação desses testes, é que surgem dúvidas quanto a veracidade ou não dos testes.

    ReplyDelete
  57. Acho engraçado que falam muito mal da Grafologia sendo que a mesma é praticamente o teste palográfico, sendo que a Grafologia veio antes da psicologia. Porque não reconheçam logo a Grafologia como parte da psicologia se as duas técnicas usam ferramentas beeeeeeeeeeeeeeem parecidas ??

    ReplyDelete